domingo, 21 de junho de 2020

Inverno com Falsa Mirra -Tetradenia riparia ( Elixir e Essencia Floral)

Bem-vindo inverno!?










Para muitos o inverno é sinônimo de sofrimento, mas quando passamos a olhar os ciclos da natureza e respeita-los, passamos a entender melhor sua importância e com podemos aprender com ela.

É tempo de recolhimento, introspecção, aprendizagem, de estruturar nossos alicerces, de calma e paciência, claro que no ritmo que vivemos hoje em dia, isso tudo parece meio impossível, mas é exatamente isto que precisamos aprender, como a natureza faz! e nossa primeira lição é entender que somos parte dessa natureza cíclica.

Essa planta - Tetradenia riparia é uma daquelas plantas que aproveita os ciclos para aprender com eles, uma planta que não sofre mais com o inverno, hoje ela já exala seu perfume através de suas flores em pleno inverno. Povos antigos como indígenas já observavam como os ciclos , as plantas e as estações poderiam auxiliar através dos simples rituais ate a medicina xamânica.

A energia das suas flores são a luz necessária para limpar e iluminar nossa conexão angelical, é um período que precisamos de proteção divina elevando nossa consciência, pois podemos estar mais sensíveis no modo sobrevivência mais aflorado.


Duas dicas para se beneficiar da força cósmica utilizando a falsa mirra (Tetradenia riparia)

ELIXIR

Você precisa:

Uma pequena florescência (buque) da planta

50 ml de álcool de cereais

1 litro de agua pura filtrada

1 garrafa vidro transparente

1 cristal ou quartzo translucido


Coloque as flores em 50 ml de álcool de cereais

Deixe por 24 horas em local escuro


Filtre e guarde o liquido em um frasco limpo

Coloque o cristal  de quartzo dentro da garrafa com água e adicione 7 gotas da tintura.

Deixe a garrafa tapada no sol das 11:30 as 12:30

Tome água ao longo do dia. Refaça o preparado quando se sentir desamparado, falta de energia ou desprotegido, inseguro ou ameaçado.

ESSENCIAL FLORAL 

Você precisa:

Uma pequena florescência (buque) da planta

Um bow the vidro 

500ml de água pura filtrada

1 garrafa vidro transparente

1 cristal de quartzo 

Coloque no bow de vidro as flores (preferencialmente sem tocar nelas)

Utilize o auge da florescência 

Cubra com agua pura ou de fonte (300 a 500ml)

Deixe exposto ao sol entre 11:00 as 13:00, essencialmente ao lado do pé da planta em um dia ensolarado ou limpo.

Filtre a solução ensolarada e acondicione em um frasco de vidro âmbar esterilizado.

Adicione a solução ensolarada a mesma quantia de brandy ou álcool de cereais.

Para preparar seu floral :

Em um frasco âmbar de 30ml adicione:

   (30% brandy ou álcool de cerais    +  7 gotas do floral do estoque + 1 cristal de quartzo +  70% de água pura)

 9 ml de brandy ou álcool de cerais  + 7 gotas do floral do estoque + 1 cristal de quartzo e  complete com água pura.

Basta gotejar 4 gotas 4 vezes ao dia diretamente na boca ou garrafas d'agua, sucos.

Também pode ser feito um borrifador na mesma proporção para limpeza da aura, harmonização dos chacras ou ambientes.

Utilize quando sentir sentir desamparado, falta de energia ou desprotegido, inseguro ou ameaçado.


Tetradenia riparia
Família: Lamiaceae

Género: Tetradenia

Tetradenia: possui quatro glândulas
Riparia: cresce em bancos de rios

Esta planta exótica é popularmente conhecida como falsa-mirra, pluma-de-névoa.

Arbusto originário da Africa do Sul, com alcance médio de 1,20 – 1,60m de altura, com folhas largo-ovaladas, denteadas e espessas (sua textura é facilmente identificada ao toque, além de deixar um forte cheiro pegajoso na ponta dos dedos devido à grande quantidade de moléculas e ceras impregnado em suas folhas).

Seu óleo essencial possui variadas moléculas conforme cultura do cultivo, mas componente majoritário do óleo essencial das folhas, independente dos tratamentos a que as plantas foram submetidas foi o hidrocarboneto sesquiterpênico 14-hidróxi-9-epi-(E)- cariofileno, substancia estudada com excelentes resultados antimicrobianos.

Os povos do tribo Zulu da África do Sul usam esta planta para dores de estômago, febre de dengue, gripe, diarreia e contra malária, além disso a inalação do perfume das folhas esmagadas aparentemente alivia dores de cabeça. Estudos caracterizam-na como planta medicinal, descrevendo suas propriedades como: anti-inflamatórias, analgésicas, antiblenorrágicas, antidiarreicas, anti-sépticas, diuréticas, estomáquicas, febrífugas, vermífugas. O uso de suas folhas é indicado em casos de abscessos dentais, angina, celulite, dor de cabeça, dores em geral, febre, malária, gastroenterite, repelente (traças, ácaros, mosca branca).

Possui numerosas inflorescências de forma adensadas, longas, recurvadas e ficam dispostas acima da folhagem. Suas flores são muito pequenas, com cores que variam do branco ao róseo-creme e são muito perfumadas. O período de florescimento se dá nos meses de inverno.

As indicações acima não são recomendadas a grávidas, lactantes e não deve ser substituído em nenhuma forma de tratamento medica. Esta essencial floral é natural auxiliando o ser humano de forma holística e sutil, assim não substitui qualquer procedimentos clínico nem medicações clinicas.


Terapeuta Naturopata Adriano Brasil - CRTH 2483

www.astralaromas.com.br - Perfumaria Botânica / Aromaterapia / Naturopatia


Referencias

http://repositorio.unicamp.br/bitstream/REPOSIP/330552/1/Santos_AlineFrancielleDaSilvaDos_D.pdf

https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0100-83582018000100266&lng=en&nrm=iso&tlng=pt



Nenhum comentário:

Postar um comentário