quinta-feira, 22 de agosto de 2019


Cromoterapia



A cromoterapia é uma terapia integrativa/complementar reconhecida pela OMS que visa resgatar a
harmonia vibracional dos órgãos afetados e assim restabelecer a saúde física, mental e emocional. As cores agem nos campos vibracionais do corpo reagindo nos órgãos, no campo energético e emocional de forma sutil, assim a aplicação da cor adequada proporciona saúde, bem-estar e conforto, principalmente emocional.

Breve Histórico

Há registros de utilização das cores e suas propriedades na saúde desde a civilização egípcia que construía templos de forma que os raios do sol refratavam as cores do arco-íris nas salas, um grande exemplo foi a cidade de Heliópolis, que significa cidade do sol, onde também eram utilizados salas para tratamento de saúde com a cores. E assim como no Egito a china, India e na Grécia os antigos também utilizavam a cromoterapia em diferentes aplicações para o restabelecimento da saúde, o equilíbrio emocional e espiritual.
Estudos científicos surgiram a partir de experimentos realizados em plantas por Robert Hunt e logo em seguida sobre as influências das cores com dr. ED. Babbitt, mas foi o cientista indiano Dinshah P. Ghadiali que descobriu porque e como diferentes raios coloridos tem efeitos terapêuticos sobre o organismo. Para a física , depois de muitas teorias ao longo da história é importante salientar que de fato, a cor é uma onda energética que vibra em diferentes frequências de acordo com sua energia.

Aplicação e métodos

Consiste na aplicação de sete cores do arco-íris em uma região determinada ou chacra conforme disfunção e ou desequilíbrio energético, bem como de forma preventiva. Utiliza-se uma cor específica correspondente ao órgão ou chacra a ser tratado, da mesma forma a quantidade.
Os métodos de aplicação são luzes coloridas, ingestão de água solarizada, mentalização das cores, respiração colorida, vestimenta e alimentação.
  • A aplicação com luz colorida deve ser de no máximo 25 minutos quando há vários pontos, ou entre 4 a 5 minutos em um único ponto, sem encostar no local respeitando alguns centímetros. Para casos crônicos pode-se usar todos os dias até duas vezes. No ambiente pode ser aplicado a luz colorida por longos períodos, exceto no quanto onde se indica aplicação antes de dormir para não comprometer a qualidade do sono.
  • A água solarizada consiste em expor ao sol a água num recipiente de vidro colorido, ou colorido com celofane por cerca de 30 minutos em dias de muito sol ou por meio dia em dias nublados. Recomenda-se a ingestão de no mínimo um copo ao dia, ´sendo uma ótima indicação para problemas circulatórios e gastrointestinais.
  • A mentalização consiste numa projeção através da visualização de uma determinada cor sobre uma determinada pessoa, mesmo que seja a distância. É um processo criativo que emana a frequência da cor através das ondas do pensamento.
    Nesta projeção visualiza-se cores que promovam saúde e bem-estar. Durante a visualização a cores são direcionadas para todo o corpo ou local específico que necessita de harmonia.
  • Na respiração colorida também se utiliza a visualização trabalhando de forma imaginativa e eficiente transformando o ar em cores que vão passando pelo corpo, principalmente as vias respiratórias.
  • A vestimenta consiste na utilização de roupas com cores que atribuem benefícios e bem estar para quem está utilizando.
  • A alimentação, assim como a água solarizada se dá através da ingestão de alimentos categorizados com a energia das cores em sua constituição.


Indicações Terapêuticas e Relação com Chacras


  • Vermelho – Indisposição física, motivação, anemia, baixo libido, má sistema circulatório, pressão baixa, fertilidade, desempenho sexual. Contra indicação: Febre, taquicardia, cardiopatias, pressão alta, ansiedade, irritabilidade, perfeccionismo, transtornos, debilidade de saúde em casos graves.
  • Laranja – O laranja pode ser o substituto do vermelho, quando ele for desaconselhado e precisa de estimulo. Antiespasmódico, cãibra, baixo vigor físico, desobstruidor de nódulos – cistos - tumores benignos - vasos sanguíneos, problemas respiratórios, medo, depressão. Contra indicação: Nausea, trombose, dores fortes e compulsivos.
  • Amarelo – Flora Intestinal, diabetes, expectorante, má digestão, intestino preso, manchas na pele, concentração e criatividade. Contra indicação inflamações e infecções cutâneas e cicatrizes imperfeitas.
  • Verde – Indicado para ambas casos de hipertensão e hipotensão arterial, sistema circulatório geral, formação óssea, problemas estomacais, vesícula biliar*, fungicida e bactericida vaginal, afrodisíaco masculino, tônico mental e físico, estresse, estabilidade emocional, bom senso e justiça. Não há contra indicação, porém, deve se observar casos de doenças pre existentes...
  • Azul – Indicado como analgésico, hipotensor, adstringente, nausea, intestinos preso, desenvolvimento das crianças, infecções, inflamações, rinite, sinusite, febre, alterações cutâneas, gastrite, úlcera, dores musculares, problema respiratório e de garganta, laringite, faringite e amigdalite. Contra indicação: Trombose, hipotermia, bradicardia, apáticos, deprimidos. Uso moderado e pouca incidência.
  • Índigo – Indicado em casos de hemorragias, inflamações, glaucoma, sinusite, catarata, afecções do olho, casos de ouvido e labirintite, desordem dos sentidos, sistema linfático, imunológico, reumatismo. Contra indicação: Analisar casos onde há tumores cancerígenos.
  • Violeta Indicado para harmonizar o sistema nervoso central, fortalece o sistema neuronal, doenças mentais degenerativas, tumor maligno, tonificador da amígdala. Contra indicação: Desaconselhado em pessoas desequilibradas, quadros de depressão profunda e tendencias suicidas.
Vejamos algumas formas de aplicação que utilizamos em nossas práticas
Adriano Brasil - Naturopata / Aromaterapeuta / Perfumista Botânico - 






               

Nenhum comentário:

Postar um comentário