sábado, 18 de fevereiro de 2017

O Perfume Natural e a Aromaterapia

O Perfume Natural e a Aromaterapia 


Inicialmente temos que entender e separar o que no passado estava completamente ligado. Quando falamos de aromaterapia levamos em conta a utilização de substâncias naturais muito concentradas que são chamadas de óleos essenciais* e que passou a ser utilizada holisticamente na saúde e bem estar das pessoas desde o século passado.
O perfume e sua forma de aplicação datam uso muito mais antigo,  e ainda que a matéria prima utilizada também fosse de origem natural como plantas, flores, árvores e resinas, os perfumes se modificaram muito nesse sentido, enquanto a aromaterapia sempre se desenvolveu com a utilização dos óleos essenciais completamente puros, os perfumes industriais se desprenderam dessa relação botânica/natural em sua composição.
Os laboratórios químicos encontraram uma forma de popularizar os perfumes baratiando a  composição através de produtos sintéticos - por exemplo, as essências*,  em seguida as perfumarias elevaram seus status com grandes campanhas publicitárias e artistas promovendo seus perfumes não mais naturais a preços exorbitantes.

A perfumaria natural nos leva a possibilidade de usufruir da força da natureza através dos óleos essenciais (Aromaterapia), seja para a prevenção e tratamento complementar  ou alternativo de sintomas físicos, estados emocionais e energéticos, sempre em busca do bem estar humano junto ao meio em que vive.
A aplicação e uso dos óleos essenciais sempre deve ser acompanhada de um especialista, principalmente com a composição de um perfume artesanal. Um perfume Natural/Botânico nunca será parte de uma composição mista (sintética + natural), ainda que seja comum essa prática por alguns perfumistas no intuito de provocar cheiros prolongados.

Opções de perfumes com cheiros duráveis por mais de 7 horas por exemplo, sinalizam claramente que naquela composição, a "fragrância"  possui vários compostos não mencionados, entre eles "ftalatos" . Veja aqui



É importante lembrar como todas essas composições químicas entram em nosso corpo e o que causam em nosso ser.  Utilizar um perfume botânico artesanal é tão natural quanto cheirar uma flor, é a partir daí que nossos receptores olfativos enviam sinais para o sistema límbico que reage ativando nossa memória olfativa, ou criando uma novo momento de novas emoções, impulsos comportamentais ( fome, sexo, sede, necessidades fisiológicas...) e intelectual.
Os óleos essenciais diferentemente de produtos sintéticos estabelecem uma simbiose com nossas células, isso nos mostra o perigo da absorção de produtos tóxicos pela pele ou inalação.

O cheiro tem um papel fundamental em nosso vida, entre elas a degustação, bem estar, conquista, o sistema endócrino, noção de espaço, alerta e noção de segurança. Por falar em segurança, a maneira mais saudável de nutrir o corpo é evitando opções que o levem a lutar contra - essa confusão o corpo mostra bem com as alergias, asma, disfunção hormonal, enxaquecas... então, demos a ele tudo que ele reconhece como parte da natureza, pois é isso que somos -  parte da natureza.


Óleos Essenciais - Substancias naturais concentradas.

Essências - Substancia sintética ( derivada de petróleo)
criada no século  XX para imitar o cheiro dos óleos essenciais. 
Fotos: suguta.com
Adriano Brasil - @Astralaromas

Nenhum comentário:

Postar um comentário